Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Pois é, claro que para marcas grandes como a Coca-Cola, entre outras conhecidas, é natural ter milhares de fãs, mas como para marcas que nunca ouvimos falar ter milhares não é normal elas, muitas das vezes, acabam comprando esse número de fãs que podem ser de profiles falsos, como falsas identidades, menores de idade, etc. Mas isso importa? Que diferença faz?

A diferença é que uma Facebook Fan Page é uma mina de informações para o negócio, pois cada fã disponibiliza uma série de informações como: idade, escolaridade, sexo, profissão, que horas costuma entrar e ler o seu conteúdo, entre muitas outras informações e é por isso que é vital ter fãs com dados reais para um estudo mais aprofundado de conteúdo.
É possível notar quando o número de fãs é exorbitante e o engajamento é baixo (com baixos curtir, comentários, e compartilhamento) que na maioria os fãs são fake e desse número absoluto, pouco pode se fazer para desenvolver engajamento e divulgar a marca, pois muitos desses nem sabe quem a empresa é e logo após curtir acabam se esquecendo da existência, pois curtem muitas páginas.

Portanto é melhor ter uma base menor, mas de qualidade, postar conteúdo de qualidade e por final conseguir um comportamento natural do próprio fã de recomendar a sua página para amigos por ter conteúdos de qualidade e interessantes. Claro que vale a pena impulsionar conteúdos bons de qualidade, mas sempre preste atenção ao configurar sua campanha no Facebook. Outra dica para quem não é uma marca conhecida e está começando no Facebook é antes de investir dinheiro para comprar fãs, sugerir a sua página para amigos e parentes para em seguida pagar uma campanha para aumentar o número de fãs que sejam amigos dos seus fãs atuais, pois as pessoas tem a tendência de usar ou ler informações de fontes recomendadas por amigos.

Artigos recentes

Dicas para Fazer Marketing em Franquias

Conversamos com diversas pequenos franqueados sobre o tema de marketing em franquias, percebemos que muitos não sabem muito como investir individualmente em comunicação para suas lojas, uma vez